segunda-feira, 1 de março de 2010

Tenho medo do plantão da globo!

Segundo reportagem no m&m online, um estudo mostra que os "mais poderosos e viciantes sons de nossos tempos" não provém da nossa rotina, e sim de sons que remetem à marcas famosas!
Esse é o ranking da pesquisa:

"OS MAIS VICIANTES SONS - GERAL
1° Bebê sorrindo
2° Intel
3º Celular vibrando
4° Barulho do caixa automático
5° National Geographic
6° MTV
7º Toque da T-Mobile
8° McDonald's
9° Hino dos EUA
10° State Farm"

Absorvemos a mídia de uma forma impressionante! Jingles, slogans, spots... Gravamos tudo na memória! Quem não se lembra do "3224-4000"?
"O tempo passa, o tempo voa, mas a poupança Bamerindos continua numa boa!"
Eu era pequena quando vi esse comercial. O banco nem existe mais, e me lembro perfeitamente da tal musiquinha!
E não acontece só com os sons! Todo mundo consegue visualizar a caixa de palito de dentes Gina, a embalagem de Yakult, uma garrafa de Coca-cola...
Acredito que criar essa identidade que passa até por gerações, usando imagem ou sons, é o auge da publicidade...
Ou não... Estou começando a estudar todo esse universo, e daqui algum tempo talvez mude de opinião... Mas que Bombril tem 1001 utilidades e que Tomou Doril, a dor sumiu, disso eu não duvido!

Gostou do post? Então vem ver meu blog atualizado em biadesouza.com =D

Um comentário:

Lourdes disse...

Gostei muito do seu enfase sobre como a propaganda pode até formar o comportamento dos indíviduos e como fica no inconsciente !!!! Adorei a reportagem !!!! Um abraço.