segunda-feira, 22 de março de 2010

O que aconteceu com o Pânico na TV?

Duante os aproximadamente 10 minutos que assisti o Pânico na TV ontem, só vi propagandas! Teve promoção "El Chavecón" da Gillete, um quadro da bebida "Selvagem", um quadro da bebida "Gladiator", resultado de concurso da Skol (isso que eu me lembre). Tudo regado a mulheres semi-nuas.
Se antes o objetivo do programa era o de ser humorístico, e o personagem "Mulher Samambaia" era uma crítica à contratação de modelos que serviam somente para a exposição de seus corpos (sem contexto), então o programa não existe mais.
Me parece que os humoristas também não estão muito contentes com essa mudança. Dá pra ver o sorriso amarelo do Vesgo e do Ceará ao tentar fazer a bebida energética se tornar motivo de riso.
Propaganda e patrocício devem existir, mas tudo tem hora. Dedicar um programa inteiro às propagandas é reinventar o ShopTour.
Antes as pessoas viam porque realmente era engraçado, mas se ainda veêm é porque é a única coisa quase engraçada em um domingo a noite.

É uma pena...

Gostou do post? Então vem ver meu blog atualizado em biadesouza.com =D

7 comentários:

Elvis de Moura disse...

Concordo contigo Bia. Mas também deixo um questionamento que toda a sociedade devia fazer se fazer: A forma como a mulher está representada na televisão.
Não é apenas o pânico que divulga essa imagem de mulher/objeto. Muita propaganda o faz. Não digo só a cerveja, marcas de carro, domingão do faustão, domingo legal etec.Tudo em volta da mulher. Qual a visão do homem perante uma sociedade que descaracteriza o sentimento e a capacidade da mulher de "ser" e não "aparentar", deixando apenas o superficial, o estético prioridade e subsídio?
O pânico na TV já foi um ótimo programa quanto as críticas que faziam, ou mesmo a não crítica, só tiração, hoje o que está na prioridade é a mulher, aliás, a imagem dessa que se orgulha de mostrar os seios(como ontem) em festas que não denotam outra coisa a não ser o sexo pelo sexo. Será o Target? Quem paga por isso? Quem paga por essa imagem destorcida da mulher? Não quero ser moralista e falar que as mulheres tinham que vestir roupas longas e jamais rebolarem na frente de uma câmera. Mas não é só isso, não é apenas essa representação que está explícita sem nenhum pudor na televisão e na maioria dos lugares.

Bia de Souza disse...

Olha Elvis, a verdade é que sou uma revoltada sobre esse tema =P
As mulheres lutaram tanto para ter os mesmos direitos que os homens, e acabam deixando ser usadas desse jeito. Pior, alé de deixar, se vangloriam, acham bonito.
Acho uma das coisas mais tristes da atualidade.

AMIGOS DO JOTALHÃO disse...

Olá Bia! Infelizmente existem mulheres que estudam, se especializam, se dedicam no trabalho para ganhar espaço na sociedade e existem mulheres que preferem ganhar espaço na sociedade da maneira mais fácil, ficando semi nuas, etc..
O pânico infelizmente usa estas mulheres para ganhar audiência e elas usam o panico para se promover. O pânico esta sem direção, esta sem criatividade, esta negativamente polemico e deixou o humor de lado para dar espaço ao besteirol. Ontem
(21/03/2010) até dormi assistindo, não aturo mais o Bola (sem graça!), aquele quadro do onibus da Gavião (sem graça!), a falta de continuidade para fazer o marketing e etc... é "Fantástico" a falta de criatividade do Panico e o excesso de propagandas.. abçs Léo

Bia de Souza disse...

É Léo... Televisão é um ótimo meio, mas não é muito bem utilizado não...
A novela, por exemplo, poderia ser muito mais rica e interessante, mas nunca sai da mesmice... Acho que passou a hora disso mudar!

Débora disse...

Ola, olha a bia tem toda razão ontem a noite eu i mei marido estavamos assistindo meu não tem mais a mesmagraça a unica coisa q ele mostão agora é bunda bunda e mais bunda chega me da nojo pq eu não aquento mais ver isso no panico,...antes os apresentadores erão bem mais animados agora botarão um ursinhu besta ...o pratiado e so,,,sem conta as bunda são 25 minutos de bunda na tv paniko...desde ja demontro minha instisfação pelo programa!

Bia de Souza disse...

Olha Débora, eu já desisti... Deixei o Pânico e estou me dedicando a ver filmes antigos. Mto mais divertido =P

dry fotografo disse...

Oi Bia , Boa tarde ,

è verdade as mulheres lutaram muito pra ter a mesma posição e respeito que nós homens temos .. mas o dificil é explikar a elas kolokarem em pratika né .. nem todas aproveitam a tal situação ..


Adriano S